Divulgado vídeo em que António Costa chama médicos de "cobardes"

SÁBADO/Lusa 23 de agosto de 2020

O pequeno vídeo de sete segundos foi retirado da entrevista do primeiro-ministro ao jornal Expresso.

Um pequeno vídeo de sete segundos que circula nas redes sociais mostra António Costa numa conversa privada com os jornalistas do Expresso, alegadamente chamando "cobardes" a médicos envolvidos no caso do surto de covid-19 em Reguengos de Monsaraz.

"O presidente da ARS [a Administração Regional de Saúde] mandou para lá os médicos para fazerem o que lhes competia e os gajos, cobardes, não fizeram", pode-se ouvir o primeiro-ministro a dizer ao jornalista David Dinis, do Expresso.

O Expresso já repudiou, numa nota da Direção, a divulgação desse vídeo. "Os sete segundos do vídeo ilegal descontextualizam quer a entrevista, quer a conversa que o primeiro-ministro teve com o Expresso", refere a nota, acrescentando que o jornal "desencadeará, de imediato, os procedimentos internos e externos para apurar o que aconteceu e os responsáveis pelo sucedido".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais