Défice dispara para 5,4% no primeiro semestre, revela INE

Jornal de Negócios 23 de setembro de 2020

A pandemia atirou Portugal para a recessão económica e fez disparar as despesas ao mesmo tempo que contraiu as receitas públicas.

O défice orçamental disparou para 5,4% do PIB no primeiro semestre deste ano. O número foi revelado esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e evidencia já as consequências da pandemia de covid-19 nas contas públicas portuguesas. O impacto fez-se sentir sobretudo no segundo trimestre, quando o défice atingiu os 10,5%.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais