Crowdfunding para ajudar Rui Pinto reuniu mais de mil euros em dois dias

C.A.C. 16 de fevereiro de 2020

The Signals Network, fundação que presta apoio a denunciantes, pretende angariar cinco mil dólares (cerca de 4.600 euros) para pagar aos advogados que defendem o pirata informático português na Hungria e em Portugal.

A The Signals Network, fundação que presta apoio a denunciantes, lançou, na quinta-feira, um crowdfunding que tem como objetivo ajudar o pirata informático português Rui Pinto, em prisão preventiva desde 22 de março. 

Em pouco mais de dois dias, a campanha de recolha de fundos chegou aos 1215 (cerca de mil euros), sendo que o objetivo é angariar cinco mil dólares (4.600 euros).  A página do crowdfunding permite ver que, até ao momento, existem muitos portugueses a doar, chegando alguns donativos aos 200 dólares. 

"Ajudem-nos a pagar os advogados de Rui Pinto", lê-se no apelo da The Signals Network, onde se explica que o pirata informático, que a fundação define como sendo um whistleblower, forneceu informações de "alto interesse público" que estão na origem do Football Leaks e do Luanda Leaks. "Muitos países já iniciaram investigações judiciais baseadas nas revelações", escreve ainda a associação, que assegura que as autoridades europeias já conseguiram recuperar cerca de 35 milhões de euros com os processos abertos com base na informação obtida por Rui Pinto.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais