Covid-19: Portugal está a testar menos do que em abril e maio

Covid-19: Portugal está a testar menos do que em abril e maio
Diogo Barreto 26 de junho de 2020

O primeiro-ministro afirmou que Portugal continua a aumentar o número de testes realizados. Mas na primeira semana de junho foram testadas menos de nove mil pessoas por dia.

O primeiro-ministro António Costa afirmou, esta quinta-feira, à saída da reunião do Conselho de Ministros que o país está a aumentar a sua capacidade de testagem. Marcelo Rebelo de Sousa tinha dito algo semelhante esta quarta-feira depois da reunião com o Infarmed, mas a verdade é que estão a ser realizados menos testes de despiste à covid-19 do que aqueles que foram feitos durante o mês de abril e maio.

De acordo com António Costa, Portugal tem "incrementado o número de testes e isso permite revelar a realidade", sendo por isso "um fator de confiança muito importante", mas um relatório elaborado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge enviado às Administrações Nacionais de Saúde, a qual a SÁBADO teve acesso, revela que na segunda semana de junho foram realizados 80.839 testes à covid-19. Apesar de ser um aumento significativo comparativamente ao valor registado na primeira semana, em que foram processados 62.161 testes, a verdade é que o valor é ainda bastante inferior aos das semanas em que Portugal mais testou.

Os dados que constam deste documento revelam que Portugal realizou, em média, 11.550 testes na segunda semana de junho. Na semana em que se realizaram mais testes em Portugal - a segunda de maio - foram feitos mais de 15.648 testes por dia, em média, num total de 109.538 testes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais