As revelações explosivas de Michel Canals

As revelações explosivas de Canals nos interrogatórios
António José Vilela 06 de dezembro de 2016

Primeiro, não quis dizer nada. Depois, já na prisão, o gestor de fortunas Michel Canals escreveu ao juiz e revelou os negócios e os offshores de Álvaro Sobrinho. E os 10 milhões de euros que Morais Pires, o nº2 de Ricardo Salgado no BES, tinha na Suíça

"Exmº sr. juiz, eu estou aqui com homens que mataram, que violaram mulheres e crianças, ou que roubaram, e eu não acho que mesmo que tiver feito um erro deveria estar aqui. Eu estou em qualquer altura à sua disposição para falar sobre o meu caso." O português usado não era o mais correcto, mas a carta de duas páginas, escrita à mão a 28 de Maio de 2012 por Michel Canals, revelava o estado de espírito do gestor de fortunas suíço que fora colocado pelo Ministério Público (MP) e pelo juiz Carlos Alexandre em prisão preventiva no âmbito do caso Monte Branco, que investiga o maior esquema de fraude fiscal alguma vez detectado em Portugal.

Canals estava detido há 10 dias no Estabelecimento Prisional anexo à sede da Polícia Judiciária (PJ), em Lisboa, por suspeitas de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, e usou a carta para tentar mudar a relação que mantinha com as autoridades judiciárias portuguesas. É que, depois da detenção, o primeiro interrogatório no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), não lhe tinha corrido nada bem.

O gestor de fortunas optara por não identificar os clientes da Akoya que teriam eventualmente fugido ao fisco e isso valeu-lhe, além da medida de coacção de prisão preventiva, um comentário de Carlos Alexandre sobre o alegado pacto de silêncio que adoptara juntamente com Nicolau Figueiredo, outro dos directores da Akoya. O juiz disse- -lhes que, enquanto arguidos, podiam ficar calados ou não colaborarem, mas que isso tinha, desde logo, uma consequência: "O que acontece é que também não os beneficia, no concreto aspecto processual."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais