A saúde e as condições "desumanas" da prisão onde estava João Rendeiro

Márcia Sobral 13 de maio

Aos 69 anos, o antigo presidente do Banco Privado Português, sempre disse estar a desenvolver problemas de saúde na prisão de alta segurança na África do Sul. Encontrava-se numa cela com mais 50 reclusos.

Depois de ter passado quase três meses fugido à justiça portuguesa, João Rendeiro acabou por ser detido na cidade de Durban, na África do Sul, em dezembro de 2021. O antigo presidente do Banco Privado Português (BPP) colocado em prisão preventiva no estabelecimento prisional de Westville e aguardava agora a decisão sobre a extradição para Portugal. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais