A história do Canadair que (afinal não) caiu

A história do Canadair que (afinal não) caiu
Leonor Riso 20 de junho de 2017

O alerta soou cerca das 17 horas, vindo de fontes da Protecção Civil; a queda seria desmentida duas horas depois


O alerta soou cerca das 17 horas da tarde: um avião Canadair, que estava a combater as chamas em Pedrógão Grande, tinha-se despenhado entre Ouzenda e Louriceira (localização que seria mais tarde corrigida). Segundo vários meios de comunicação, a informação partiu de fontes da GNR e da Protecção Civil – o mesmo organismo que, duas horas depois, desmentia a queda do aparelho.

A notícia foi dada por jornais de todo o mundo e, se em Portugal se indicou que o avião seria espanhol, no país vizinho foi dado como português. Um helicóptero e duas ambulâncias do INEM seguiram para junto das aldeias de Picha e Ouzenda, onde teria ocorrido a queda. Um helicóptero da esquadra 751 do Montijo também seguiu para o local, bem como os bombeiros.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais