Manobra de duas cidades
Nuno Rogeiro
22 de março

Manobra de duas cidades

Os processos (e possessos) políticos de Espanha e Portugal voltam a ter episódios - naturalmente - semelhantes. Convém explicar por miúdos aos graúdos. Passe o plebeísmo.

Novas e velhas coligações, maquinetas, engenhocas, geringonças ou cooperativas.

Governos que não têm a certeza absoluta de haver agido com inteiro sucesso no combate à pandemia. E não sabem que juízo lhes reservará a história, face aos resultados globais.

Legiões de assessores, avençados e avançados, que, febrilmente, reconstroem a "narrativa", as interpretações e até os factos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais