Legislativas 2022: A Psicologia a contribuir para soluções nos programas e no debate político
Tiago Pereira Membro da Direcção e Coordenador do Gabinete de Crise COVID-19 da Ordem dos Psicólogos Portugueses
28 de janeiro

Legislativas 2022: A Psicologia a contribuir para soluções nos programas e no debate político

A Saúde Mental foi debatida entre oito dos nove partidos/grupos parlamentares representados na Assembleia da República no início da última legislatura, num evento organizado pela Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Momentos extraordinários exigem medidas extraordinárias. Frase histórica, muito utilizada politicamente em diferentes momentos e países, voltou a ser bastante usual no contexto desta (extraordinária) pandemia, que implicou medidas extraordinárias. Aproprio-me dela e adapto-a para pretexto deste texto: momentos extraordinários exigem um texto diferente. Um texto que, a poucos dias das eleições Legislativas de 2022, procura proporcionar uma pequena reflexão sobre contributos da psicologia para soluções para os desafios das pessoas e da sociedade e de como os programas dos partidos e, principalmente, um debate político o reflectem. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui