A Porteira
06 de dezembro de 2017

Os Portugueses pelo Mundo

Fiquei muito contente por terem escolhido o Doutor Centeno para presidente lá do Eurogrupo. Eu não percebo nada de futebol, nem sei adonde é que ele jogava, mas acho estas coisas sempre boas para Portugal, para verem lá fora que a gente também sabemos ter assim trabalhos de responsabilidade.

Cá estou eu! E olhem que estou muito animada! Hoje, se Deus quiser, nada me estraga a disposição. Nem o balde de água com lixívia que despejei sem querer, com um pontapé, para cima da minha Tainha, que é a minha cadelinha, vai fazer dezoito anos em Janeiro, se lá chegar. A gente chamamos-lhe Tainha derivado aos bigodes, que fazem muito lembrar os daquelas tainhas que costumam estar a boiar mortas no Cais das Colunas, assim a bater com as cabecinhas nos degraus de pedra. O que é muito bom é prós turistas, que disso não têm lá na terra deles. Bom, mas tive de ir lavar a bicha, coitadinha. Ela já é cega de um olho, e do que menos precisa é de cegar também do outro. É como eu. Experimentem vocês lavar a escada de óculos bifocais, a ver se também não dão um pontapé no balde. E só não caí porque me agarrei à esfregona com força e dei assim um salto por cima dos degraus, como naqueles saltos à vara que dão nos Jogos Olímpicos. E não estava drogada, lá como os atletas da Rússia. Ainda só tomei o da tensão arterial. O da cabeça só tomo ao lanche, para não fazer misturas.

Mas bom, e estou bem-disposta porquê?

É que fiquei muito contente por terem escolhido o Doutor Centeno para presidente lá do Eurogrupo. Eu não percebo nada de futebol, nem sei adonde é que ele jogava, mas acho estas coisas sempre boas para Portugal, para verem lá fora que a gente também sabemos ter assim trabalhos de responsabilidade.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login