Sem-abrigo é morta a tiro por pedir esmola

Sem-abrigo é morta a tiro por pedir esmola
Alexandre R. Malhado 20 de novembro de 2019

É um caso que está a chocar o Brasil. Aderbal Ramos de Castro matou a tiro Zilda Leandro, 31 anos, após ter pedido um real. O suspeito foi detido e arrisca 30 anos de prisão.

É um caso que está a chocar o Brasil. Em Niterói, no Rio de Janeiro, Zilda Leandro, 31 anos, pedia esmola na rua. A quem passava, a sem-abrigo pedia um real, pouco mais de 20 cêntimos. Aderbal Ramos de Castro recusou-se a dar um real a Zilda Leandro, que insistiu. A insistência foi fatal: Castro disparou dois tiros à queima-roupa, matando a sem-abrigo. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais