Os mercenários que dão formação aos jihadistas

Os mercenários que dão formação aos jihadistas
Nuno Tiago Pinto 17 de setembro de 2017

Um grupo de ex-soldados está a dar formação militar a extremistas – e quer exportar o modelo de negócio para outras regiões


A presença de firmas militares – os chamados contractors – nos conflitos na Síria ou no Iraque não é uma novidade. Em 2007, a Blackwater (actualmente denominada Academi), contratada pelo governo dos EUA, tornou-se famosa depois de alguns dos seus soldados matarem 17 civis em Bagdade. Recentemente, o grupo Wagner, composto por 1.500 mercenários russos, chegou à Síria para apoiar as tropas de Bashar al -Assad. Mas agora o conflito sírio serviu de palco à criação do primeiro grupo militar privado que dá formação a jihadistas. Chama-se Malhama Tactical, é composto por ex-membros das forças especiais de países da antiga União Soviética e desde 2016 que opera na Síria, onde já foi contratado por várias facções, incluindo a Jabhat Fateh al-Sham, o braço da Al-Qaeda na região.

O grupo foi criado por um uzbeque que se apresentava online como Abu Rofik. "Vim para a Síria quando ouvi que o maníaco, sádico e tirano Assad estava a exterminar pessoas e a matar sunitas. Por isso, decidi vir e ajudar como pudesse", explicou num vídeo publicado online em meados de 2016. Abu Rofik chegou à Síria três anos antes. Pertenceu a vários grupos, sem se filiar em nenhum. Até que decidiu actuar por conta própria. Juntou cerca de 10 jihadistas naturais de ex-repúblicas soviéticas, todos com formação militar, e criou a Malhama Tactical. Além da reputação obtida em combate, ganhou notoriedade através da Internet. Sempre com uma máscara a tapar-lhe a cara do nariz para baixo, filmava-se a andar de mota pelas estradas sírias ou em exercícios táctico-militares cujos vídeos eram depois partilhados no YouTube ou nas redes sociais como o Facebook, o Twitter, o Instagram, o VKontakt ou na aplicação de comunicações encriptadas Telegram.

Nessas páginas o grupo diz dar formação em técnicas militares modernas. Os vídeos colocados online ensinam a construir granadas, a montar, desmontar e limpar armas, procedimentos médicos e mostram treinos em técnicas de combate urbano.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais