Número de mortos devido a explosão em Tarragona sobe para três

Lusa 15 de janeiro de 2020
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 4 a 10 de março
As mais lidas

Um dos feridos em estado crítico na sequência da explosão na terça-feira num complexo petroquímico de Tarragona veio a morrer no Hospital de Barcelona.

Um hospital de Barcelona anunciou esta tarde a morte de um dos feridos em estado crítico na sequência da explosão na terça-feira num complexo petroquímico de Tarragona, elevando para três as vítimas mortais deste acidente.

Forte explosão em complexo químico provoca grande incêndio em Tarragona
Forte explosão em complexo químico provoca grande incêndio em Tarragona

Fontes do hospital Vall d'Hebron de Barcelona referiram à agência noticiosa EFE a morte desta pessoa, que estava internada na unidade de queimados com queimaduras em 80% do corpo.

Nesta unidade de Vall d'Hebron permanece internada uma segunda pessoa em estado muito grave, segundo as mesmas fontes.

A explosão de um reator na empresa ‘Industrias Químicas del Óxido de Etileno’ (IQOXE), situada no município de Tarragona, também provocou queimaduras graves a uma terceira pessoa, que se encontra no Hospital Joan XXIII, de Tarragona.

Outras cinco pessoas sofreram ferimentos ligeiros e três tiveram alta hospitalar na terça-feira.

Uma forte explosão na terça-feira às 18:45 locais (17:45 em Lisboa) originou um incêndio de grandes dimensões na zona industrial da petroquímica de Tarragona, para onde foram deslocados os bombeiros e equipas de emergência, que acionaram o alerta de emergência química.

A explosão foi percetível em todas as povoações dos arredores do complexo petroquímico e fez estremecer as janelas de alguns edifícios.

A IQOXE anunciou esta manhã a abertura de "uma investigação interna" sobre o acidente.

Em comunicado, a empresa, que é propriedade do grupo industrial Cristian Lay, sediado na Extremadura espanhola, esclareceu que a fábrica afetada "entrou em funcionamento em junho de 2017 e tem funcionado normalmente" desde então.

A investigação interna deve "detetar as causas do acidente e as suas consequências", acrescenta a empresa.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais