Governo alemão preocupado com saúde do activista das Pussy Riot

David Oliveira com Leonor Riso 17 de setembro de 2018

Homem foi transferido da Rússia para a Alemanha para receber tratamento, após ter perdido a visão, fala e mobilidade.

Na segunda-feira, dia 17 de Setembro, o governo alemão afirmou estar preocupado com o estado de saúde de Pyotr Verzilov, membro da banda e grupo de activistas Pussy Riot que denuncia os abusos aos direitos humanos da Rússia. O activista foi hospitalizado porque, durante uma sessão em tribunal, perdeu a visão, a fala e capacidade de andar.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais