Descobertas pinturas intactas em casa soterrada há 2 mil anos

David Oliveira com Leonor Riso 17 de agosto de 2018

A casa onde se encontram está sem parcialmente destruída devido à erupção do vulcão Vesúvio, há quase 2 milénios.

Uma escavação arqueológica em Pompeia, Itália, descobriu várias pinturas afresco nas paredes de uma casa em ruínas. O estado da casa deve-se à erupção do vulcão Vesúvio, no ano 79 d.C, uma das mais catastróficas de sempre e que destruiu a cidade de Pompeia.

A casa localiza-se na área de Régio V, perto de Nápoles, no sul de Itália. É luxuosa e tem muitas pinturas afresco e decoração vintage. Os arqueólogos apelidaram a propriedade de "Casa de Júpiter", porque uma das pinturas retracta Júpiter, o deus de todos os deuses na mitologia romana.

Massimo Osanna, director do Parque Arqueológico de Pompeia, publicou no Instagram várias imagens com estas pinturas nas paredes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais