Covid-19: Primeira-ministra da Nova Zelândia pede semana de quatro dias

Covid-19: Primeira-ministra da Nova Zelândia pede semana de quatro dias
Diogo Barreto 20 de maio de 2020

Jacinda Ardern pediu aos empresários daquele país que euqacionassem a possibilidade de darem três dias de fim-de-semana aos trabalhadores para que estes possam dinamizar o turismo.

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, sugeriu às empresas do seu país para equacionarem a possibilidade de adotarem um regime de uma semana de quatro dias de trabalho para que os funcionários possam ter mais flexibilidade para aproveitar o turismo, como um mecanismo de recuperação pós-pandemia.

O turismo é um setor com muito peso na economia neo-zelandeza e, como o país mantém as fronteiras fechadas, o governo quer impulsionar o turismo interno.

Arden afirma que muitos trabalhadores se queixam da falta de flexibilidade para conciliarem a vida familiar e lúdica com o trabalho. "Ouço muitas pessoas a dizer que deveríamos ter uma semana de quatro dias de trabalho. Essa é uma decisão entre empresas e trabalhadores", disse num vídeo publicado no Facebook.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais