Casal tenta vender segredos nucleares dentro de uma sandes e de um pacote de pastilhas

Casal tenta vender segredos nucleares dentro de uma sandes e de um pacote de pastilhas
Ana Bela Ferreira 12 de outubro

FBI enganou casal que achava que estava a vender segredos militares a um país estrangeiro. Queriam receber em criptomoedas pelas informações que iam passar.

Um cartão de memória SD dentro de um resto de sandes de manteiga de amendoim e, numa outra entrega, dentro de um pacote de pastilhas. Foi desta forma que o casal Toebbe quis passar informação sobre os reatores nucleares dos submarinos dos EUA a um país estrangeiro. O casal de 42 e 45 anos acabou detido, porque afinal os agentes secretos de um país estrangeiro eram na verdade agentes do FBI à paisana.

O casal, de Maryland, acabou detido no sábado acusados de tentar vender segredos militares a uma potência estrangeira, como revela um comunicado do Departamento da Justiça norte-americano.

Jonathan e Diana Toebbe foram presos em Jefferson County, West Virginia, o local onde estariam a tentar vender a informação secreta. "A denúncia indica um plano para transmitir informação relacionada com o desenho dos nossos submarinos nucleares a uma nação estrangeira", refere o procurador-geral Merrick Garland.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais