A célula marroquina que operou em Portugal

A célula marroquina que operou em Portugal
Nuno Tiago Pinto 24 de novembro de 2016

Jihadista preso em França foi recrutado em Aveiro por um islamita mais velho que conseguiu enviar dois compatriotas refugiados em Portugal para a Síria

Era um elemento desconhecido até agora. Durante cerca de um ano e meio, A.T., um marroquino com cerca de 50 anos, que pediu asilo em Portugal por ser perseguido politicamente no seu país, tentou recrutar compatriotas com o objectivo de os enviar para a Síria para se juntarem ao Estado Islâmico. Os seus alvos eram sobretudo jovens que, como ele, tinham procurado refúgio em Portugal.

 

Hicham El Hanafi, o jihadista que foi detido no passado fim-de-semana em Marselha, por suspeitas de fazer parte de uma célula terrorista que preparava atentados em França, foi um deles. Outros dois seguiram mesmo viagem para a Síria.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais