Octávio Mateus: "Tive a sorte de nascer num ninho de dinossauros"

Octávio Mateus: 'Tive a sorte de nascer num ninho de dinossauros'
Ricardo Santos 21 de junho de 2021

Octávio Mateus é um dos mais respeitados paleontólogos ao nível internacional e acaba de fazer uma descoberta extraordinária nas arribas da Lourinhã - os ossos de um raro dinossauro carnívoro.

Aos 9 anos, Octávio Mateus descobriu um dente de dinossauro. Hoje, com 46, já batizou 35 novas espécies (a última na semana passada), corre o mundo em escavações, tem o seu trabalho exposto no Museu de História Natural dos EUA e defende-se bem das comparações com Indiana Jones. Filho dos fundadores do Museu da Lourinhã, o professor de Paleontologia na Universidade Nova de Lisboa, não esconde a paixão pelo que faz: "Somos como um caçador ao contrário, em vez de matar, damos vida."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui