Inter de Milão punido com dois jogos à porta fechada por cânticos racistas

Lusa 27 de dezembro de 2018
As mais lidas

No jogo desta quarta-feira frente ao Nápoles, adeptos do Inter de Milão provocaram Kalidou Koulibaly com "canções ofensivas de natureza racista".

O Inter foi punido com dois jogos à porta fechada, devido a cânticos "racistas" dos seus adeptos, que visaram o futebolista Kalidou Koulibaly, no duelo de quarta-feira com o Nápoles, anunciou hoje o órgão disciplinar da liga italiana.

Nessa partida, da 18.ª jornada da Serie A, em San Siro, o defesa central senegalês Kalidou Koulibaly foi 'alvo' dos adeptos do Inter de Milão e acabou expulso aos 81 minutos, com um duplo amarelo. A equipa da casa venceu o jogo, por 1-0, com o golo do triunfo a aparecer já em tempo de descontos.

"Foi decidido punir o Inter de Milão com dois jogos sem público devido a canções ofensivas de natureza racista em direção de Kalidou Koulibaly e também pelo uso de canções insultuosas de caráter territorial contra a política napolitana", referiu o órgão disciplinar da liga, em comunicado.

No mesmo documento, o organismo revelou que decidiu manter a punição de dois jogos de suspensão de Kalidou Koulibaly, o primeiro pela expulsão e o segundo por ter "aplaudido ironicamente" a decisão do árbitro da partida.

Após os dois jogos à porta fechada, o Inter terá ainda, durante uma partida, que fechar o segundo anel de San Siro, local em que estão instalados os principais grupos de adeptos do clube.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais