Desporto

Superliga Europeia. Os exemplos a seguir e os fracassos que ficaram na história do desporto

Superliga Europeia. Os exemplos a seguir e os fracassos que ficaram na história do desporto
Diogo Camilo 21 de abril

Prometeu romper com o futebol como conhecemos - mas durou só dois dias. Das 12 equipas fundadoras da Superliga, só Real Madrid e Barcelona continuam no projeto. Outros desportos tentaram o mesmo modelo: a NBA e Euroliga são casos de sucesso, a Fórmula 1 nunca passou das ameaças e, no críquete, foram os adeptos a forçar uma mudança.

Bastaram apenas dois dias para a Superliga Europeia de futebol ser criada e desmantelada. Ao projeto, que reuniu 12 dos maiores clubes europeus, só dois estão ainda associados – Real Madrid e Barcelona – e a competição já anunciou a "remodelação do projeto", que está agora suspensa. O modelo foi inspirado no basquetebol – na NBA e na Euroliga -, mas estes não são casos únicos no desporto. Uns tiveram mais sucesso que outros, a maioria resultou em fracassos.



Qual era o projeto por detrás da Superliga Europeia?

O anúncio foi feito na noite de domingo e caiu que nem uma bomba no mundo do futebol. Para o dia seguinte, a Liga dos Campeões tinha marcada a divulgação da reformulação para a época de 2024/25, com o número de equipas a aumentar de 32 para 36.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais