Houseparty dá um milhão de dólares a quem provar "campanha de difamação"

Houseparty dá um milhão de dólares a quem provar 'campanha de difamação'
SÁBADO 31 de março de 2020

Utilizadores alegaram ter sido pirateados através da popular aplicação. Empresa fala em "campanha de difamação" e oferece recompensa a quem fornecer provas.

Começaram nas redes sociais os rumores de que os utilizadores do Houseparty, a aplicação de videochamadas que se tornou popular em tempos de isolamento social, tinham sido pirateados através da aplicação. Na segunda-feira a empresa negou as acusações e garantiu que "todas as contas do Houseparty são seguras". Esta terça-feira, promete dar um milhão de dólares - cerca de 906 mil euros - a quem conseguir provar como começou a "campanha de difamação".

"Estamos a investigar indicações de que os recentes rumores sobre hackers foram espalhados por uma campanha comercial de difamação paga para prejudicar o Houseparty. Estamos a oferecer uma recompensa de 1.000.000 de dólares à primeira pessoa que forneça prova dessa campanha", escreveu a empresa através do Twitter. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais