2018 será um ano de mais sismos intensos

2018 será um ano de mais sismos intensos
Leonor Riso 19 de novembro de 2017

Ligação entre actividade sísmica mais forte e a desaceleração da velocidade de rotação da Terra foi comprovada em estudo.


No próximo ano, pode ocorrer um grande número de sismos de grande intensidade em todo o mundo, com maior incidência junto à linha imaginária do equador. Os cientistas alegam que tal se deve à desaceleração do movimento de rotação da Terra, que encurta a duração do dia em um milissegundo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais