Uma mudança de género e de nome registada a cada três dias

Cátia Andrea Costa 11 de fevereiro de 2018

No ano passado, foram 139 as pessoas que solicitaram a mudança nos documentos de identificação, número recorde desde que a lei da identidade de género entrou em vigor.

Foram 139 as pessoas que solicitaram o mudança de nome e de género no registo civil, em 2017. O número estabelece um recorde em Portugal, desde que a lei da identidade de género entrou em vigor, há seis anos - e indica que a cada três dias foi solicitado um processo idêntico. Do total, 53 homens quiseram passar a ser reconhecidos como mulheres e 86 pessoas do género feminino passaram a ser identificadas pelo género masculino.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais