Quem foi a primeira milionária dos Estados Unidos?

Quem foi a primeira milionária dos Estados Unidos?
Ângela Marques 15 de abril de 2020

Madam CJ Walker: Uma Vida Empreendedora, disponível na Netflix, é uma minissérie de quatro episódios que conta a vida da mulher que desafiou o mundo dos negócios com um tónico capilar

Chamava-se Sarah Breedlove mas ficou para a História como Madam CJ Walker. Nasceu em 1867, morreu em 1919 e, no entretanto, fez o caminho das pedras, que transformou em jóias. Esta mulher – negra e filha de escravos - criou uma linha de cosméticos que lhe deu a glória e um descanso: era possível ser mulher, negra e mesmo assim bem-sucedida. O Guiness Book of World Records já lhe tinha reconhecido o mérito, agora a Netflix conta-lhe a história.

Com a talentosíssima Octavia Spencer (em 2012, ganhou o Globo de Ouro e o Óscar de Melhor Atriz Secundária no filme As Serviçais) no principal papel, a série inspirou-se no livro escrito por A’Lelia Bundles, tetraneta da empresária. O livro, On Her Own Ground, vende-se na Amazon como sendo "a biografia definitiva" de Madam CJ Walker.

Para criar a série, a Netflix escolheu focar-se na carreira de empresária de CJ Walker, que antes de decidir criar um tónico capilar para mulheres negras era uma simples, porém empenhada, lavadeira. A série mostra-nos assim como a lavadeira se transformou na mulher de negócios mas não nos fala de como a criança que via os pais e os irmãos mais velhos servirem, como escravos, Robert W. Burney na sua Plantação da Paróquia de Madison, se transformou numa adulta cheia de força.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais