Lego está mais violenta

Susana Lúcio 23 de maio de 2016

Estudo acusa a fabricante de brinquedos de criar jogos mais bélicos para fazer face à concorrência

Investigadores da Universidade de Canterbury, Nova Zelândia, analisaram os brinquedos da Lego desde a sua fundação, em 1949, e concluíram que a fabricante dinamarquesa está mais bélica dos que alguma vez foi.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais