Laura Mirpuri: tinha 6 anos e o pai pôs um Porsche em seu nome. Será da Air Luxor?

Laura Mirpuri: tinha 6 anos e o pai pôs um Porsche em seu nome. Será da Air Luxor?
Marco Alves 09 de agosto de 2018

Um dos casos mais mirabolantes da queda da companhia aérea (cuja acção de insolvência de €86 milhões ainda decorre) foi a alegada passagem de vários carros da empresa, já falida, para negócios e familiares de Paulo Mirpuri.

A tese perpassa por todo o processo de insolvência da Air Luxor: por volta de 2004 ou 2005, Paulo Mirpuri percebeu que a companhia já não tinha hipóteses e tentou salvar para si as coisas boas (que colocou num novo grupo, a Mirpuri Investments) e deixar de lado as más.

O primeiro administrador de insolvência, Fernando Bordeira Costa, diz que nesta janela de transferências "desapareceram pura e simplesmente bens do imobilizado", o que foi "uma situação de crime de roubo".

As "transferências" incluíram um Porsche e dois aviões, cujos contratos de
leasing passaram da Air Luxor para a Hi Fly. Avaliado em 64 mil euros, o veículo matrícula NH-08-07 estava no imobilizado da Air Luxor. O administrador de insolvência atesta com o registo do automóvel que o mesmo, a 8 de Setembro de 2006, passou para o nome da filha de Paulo Mirpuri, Laura, que na altura tinha apenas 6 anos. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais