Siga o nosso canal no WhatsApp e não perca as grandes histórias da SÁBADO. Seguir

A mulher que rejeitou casar com o violador

Ana Catarina André 25 de abril de 2017

Recusou casar-se com o homem que lhe tirou a virgindade e a raptou - e esta sua ousadia mudou a lei italiana

O plano de Filippo Melodia era igual ao de muitos jovens que viviam na Sicília, na década de 1960. Iria raptar e violar a rapariga por quem se apaixonara, Franca Viola, para que ela o aceitasse como marido. "Antes era normal que a mulher violada se casasse com o violador, porque se considera uma desonra ter em casa uma filha vítima de um acto destes", explicou Franca ao jornal espanhol El Mundo, numa recente entrevista - uma das poucas que deu na vida.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
A Lagartixa e o jacaré

Debates

O papel dos comentários pós-debates ajuda a fixar uma impressão, mesmo quando a composição dos comentadores parece de antemão favorecer um lado ou outro. Parece e é. A maioria dos comentadores é hoje favorável à direita.

Talvez crónica

Somos feitos da curiosidade que temos

Uma pessoa que se rende à falta de curiosidade nunca vai saber o que está a perder. Deixa-se ficar deitada a apanhar pó por dentro, enquanto a vida lá fora avança em passos largos e fugidios. As respostas ficam cabisbaixas trancadas numa sala, a trocarem olhares entre elas, ansiosas por se virem mostrar como nunca antes as viram.