Pharol quer reforçar aumento de capital até 80 milhões

Negócios 31 de outubro de 2018

Os accionistas da Pharol vão ser chamados alterar o tecto máximo do aumento de capital previsto de 55 milhões para 80 milhões. A AG extraordinária está agendada para 23 de Novembro.

Por Sara Ribeiro - Jornal de Negócios

A Pharol agendou uma assembleia-geral extraordinária para dia 23 de Novembro. Além do alargamento do "board" para 11 elementos, os outros pontos da reunião dizem respeito à alteração dos valores do aumento de capital para poder participar na injecção de dinheiro na brasileira Oi, que tem em curso um plano de recuperação judicial.

O primeiro ponto é precisamente a " renovação da deliberação da eleição dos membros dos órgãos sociais e da comissão de vencimentos para o triénio 2018-2020, com alargamento da composição do Conselho de Administração para 11 elementos, mediante a eleição de novo elemento".  Isto depois de o tribunal ter dado razão à Oi e ter suspendido a eleição dos órgãos sociais da Pharol na assembleia-geral anual.

A brasileira - que detém 10% da Pharol - interpôs uma providência cautelar para suspender as deliberações tomadas no âmbito da eleição dos novos órgãos sociais porque não gostou da decisão de Diogo Lacerda Machado, presidente da mesa da assembleia-geral, de a afastar da votação nesse ponto nessa reunião de accionistas. O presidente da mesa da assembleia considerou que a Oi estava em conflito de interesses nessa votação por causa do conflito que trava com a Pharol no Brasil, que tem os seus direitos de voto na Oi suspensos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui