Banco italiano em apuros afunda 19% após accionista impedir aumento de capital

Negócios 27 de dezembro de 2018

O maior accionista do Banca Carige chumbou um aumento de capital de 400 milhões de euros. As acções afundam 19%.

Por Negócios Bloomberg - Jornal de Negócios

As acções do Banca Carige estão em forte queda na bolsa de Milão, em reacção ao facto de o seu maior accionista ter rejeitado em assembleia geral a proposta de recapitalização do banco.

Os títulos afundam 19%, o que eleva a perda acumulada em 2018 para 83% e reduz a capitalização bolsista para apenas 79 milhões de euros.

Na assembleia geral que decorreu no fim-de-semana, a Malacalza Investimenti bloqueou uma proposta do banco que pressupunha um aumento de capital de 400 milhões de euros. Este accionista controla 27,5% do Carige e com esta decisão bloqueou uma das medidas fundamentais para recapitalizar o banco que tem estado em apuros nos últimos meses.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login