Universidade Católica vandalizada com mensagens racistas

Universidade Católica vandalizada com mensagens racistas
Diogo Camilo 30 de outubro de 2020

Reitora da Católica considera que estes são atos "inadmissíveis" e que este é um "ataque direto" à universidade. Escolas de Portela, Olivais e Sacavém também foram vandalizadas com mensagens racistas.

A Universidade Católica Portuguesa (UCP), em Lisboa, foi vandalizada com mensagens racistas e xenófobas durante a madrugada desta sexta-feira. Nas paredes da universidade foram escritas frases como "Viva a Europa Branca", "Viva a raça branca" e "Fora com os pretos".

Em comunicado, a UCP reagiu à ação de vandalismo, que rejeita, por atentar "contra os princípios basilares do que a universidade enquanto espaço de abertura e diálogo representa e reafirma que continuará, firmemente, a desenvolver a sua ação educativa assente no respeito pela dignidade da pessoa, nos valores da liberdade e do diálogo, rejeitando qualquer forma de discriminação social, de raça ou sexo, e pugnando sempre pela inclusão e coesão sociais em prol do bem comum da sociedade". 

Foi feita uma denúncia junto do Ministério Público, confirmou a UCP à SÁBADO. As imagens estão a ser analisadas. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais