Provedora de Justiça contra quarentena imposta por autoridades de saúde regionais

Provedora de Justiça contra quarentena imposta por autoridades de saúde regionais
SÁBADO 27 de março de 2020

Decisões tomadas pelo Algarve e Nordeste Transmontano acabaram suspensas pela Direção-Geral de Saúde.

Maria Lúcia Amaral, a Provedora de Justiça, endereçou uma carta a Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, em que se diz contra a quarentena imposta por autoridades de saúde regionais a quem chega do estrangeiro devido à pandemia do novo coronavírus.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais