Protesto durante cimeira ibérica pede fecho de Almaraz

Protesto durante cimeira ibérica pede fecho de Almaraz
Leonor Riso 29 de maio de 2017

Governos espanhol e português estarão reunidos em Vila Real até terça-feira. Central nuclear não será discutida, afirmou António Costa


Ambientalistas e activistas deverão protestar hoje, em Vila Real, para que a central nuclear de Almaraz seja encerrada e o tema seja incluído na agenda da cimeira ibérica. A manifestação foi convocada pelo Movimento Ibérico Antinuclear (MIA), para as 9h30.

A cimeira ibérica acontece hoje e terça-feira. "O objectivo é, neste primeiro dia de cimeira e em que os governos espanhol e português vão estar reunidos, chamar mais uma vez a atenção para os problemas da energia nuclear", indicou à Lusa Nuno Sequeira, da Quercus. "Por aquilo que nós sabemos o assunto foi deliberadamente esquecido ou ignorado e não faz parte da ordem de trabalhos da reunião."

O Movimento Ibérico Antinuclear acredita que com a aprovação do novo aterro de resíduos nucleares por parte de Portugal, a vida útil da central nuclear de Almaraz será prolongada além de 2020. É "a central que mais perto está de Portugal e aquela que mais impactos pode ter no nosso país no caso de acontecer um acidente", alerta Nuno Sequeira.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais