PAN quer alterar provérbios com animais

PAN quer alterar provérbios com animais
Diogo Barreto 08 de dezembro de 2018

O partido aderiu à campanha da PETA que pede a alteração de expressões que reforcem comportamentos negativos contra os animais. Mas o PAN não quer criar uma lei para o tema.

Depois de a organização não-governamental dos direitos dos animais PETA ter lançado esta semana uma campanha para acabar com expressões que sugiram maus tratos a animais, o PAN gostaria de ver alterações a expressões portuguesas que se referem negativamente ao trato dos animais.

"Pregar dois pregos de uma martelada só" (para substituir "Matar dois coelhos de uma cajadada só") ou "Pegar uma flor pelos espinhos" (como alternativa para "Pegar um touro pelos cornos") são algumas das sugestões do partido

"Há expressões que usamos desde pequenos e só anos mais tarde nos questionamos sobre o seu conteúdo", aifrma Francisco Guerreiro, coordenador da comunicação e membro da comissão política do PAN em declarações ao jornal Expresso, afirmando depois que esta campanha "é um sinal de evolução e a prova de que a sociedade civil, as organizações e as ONG se movimentam nesse sentido".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais