Os problemas enfrentados pelo solo e águas depois dos fogos

Joana Timóteo com Leonor Riso 23 de outubro de 2017

O solo vulnerável pode causar vários malefícios à saúde humana.


Com a chuva que pode acompanhar o Outono e Inverno, as zonas afectadas pelos incêndios vão enfrentar novos problemas. São mais de 500 mil hectares ardidos que correm agora o risco de erosão dos solos e a possibilidade de contaminação dos rios e albufeiras, com cinzas e outras substâncias. 

Segundo o Diário de Notícias, já há quem esteja a trabalhar nos problemas do terreno através demonstrações e técnicas que podem diminuir o impacto das chuvas nos solos calcinados.

O investigador da Universidade de Aveiro e especialista em erosão do solo, Jacob Keiser, explicou ao DN: "Fomos contactados pelo ICNF [Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas] em meados de Agosto, na sequência dos incêndios de Pedrógão para um projecto-piloto de demonstração de técnicas para travar a erosão do solo no pós-incêndio."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais