Irmã de Pedro Dias defende-o em tribunal

Irmã de Pedro Dias defende-o em tribunal
Diogo Barreto 28 de novembro de 2017

"Ele disse que queria esclarecer a verdade e assumir as suas responsabilidades", garantiu a irmã do arguido, que diz ainda que Pedro Dias rezou pelas vítimas.


O arguido Pedro Dias vai hoje estar presente no Tribunal da Guarda e espera-se que se defenda pela primeira vez desde o início do julgamento. A irmã do arguido, Andreia Susana, testemunhou a favor de Dias, declarando que o irmão rezava pela vítima Liliane.

Em tribunal, a irmã deu pormenores sobre os acontecimentos que se seguiram aos homicídios alegadamente cometidos por Pedro Dias, revelando que a sua principal preocupação era o bem estar do irmão. "Todos nós vivemos momentos horríveis. Não sabíamos se o meu irmão estava morto ou vivo", contou, revelando ainda que tinham tratado de tudo para que o irmão se entregasse. "A PJ disse-nos que a GNR o ia matar", desabafou ainda Andreia Susana, garantindo que o irmão se quis entregar.

"Ele disse que queria esclarecer a verdade e assumir as suas responsabilidades", garantiu a irmã do arguido, revelando ainda que o irmão vivia um "momento feliz" na altura dos acontecimentos e que "a namorada estava grávida".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais