Investigada nova suspeita de fraude no negócio dos Kamov

SÁBADO 11 de janeiro de 2020

Em causa está a alegada existência de uma garantia bancária falsa, de mais de 2 milhões de euros, que impediu a ANEPC de a acionar quando o contrato foi quebrado.

O Ministério Público está a investigar uma nova suspeita de crime no processo de contratação dos helicópteros Kamov, em 2014, à empresa Everjets. Segundo o Expresso, em causa está a alegada existência de uma garantia bancária falsa, no valor de mais de 2 milhões de euros, que impediu a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) de a acionar quando o contrato foi quebrado.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais