CEO do grupo Lena confirma pagamentos a Sócrates

Alexandra Pedro 16 de setembro de 2016

Joaquim Paulo da Conceição foi interrogado e entregou provas em como havia contratos fictícios entre Santos Silva e o Grupo Lena

O presidente executivo do Grupo Lena, Joaquim Paulo da Conceição, terá confirmado ao Departamento Central de Investigação Criminal (DCIAP), no âmbito do processo Marquês, que havia subornos a José Sócrates, com o objectivo de abrir portas a novos mercados, segundo avança a edição desta sexta-feira do Correio da Manhã.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais