BE promete dar prioridade a habitação em Lisboa

Lusa 01 de setembro de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 13 a 19 de maio
As mais lidas

Ricardo Robles diz que a questão "é um drama e um problema que é preciso resolver e que os últimos dez anos do PS não resolveram"

O candidato do BE à presidência da Câmara de Lisboa, Ricardo Robles, prometeu esta sexta-feira dar prioridade à habitação na cidade, "que é um drama", nomeadamente no que toca aos bairros municipais, que precisam de ser "valorizados".

LUSA / ANTÓNIO PEDRO SANTOS
"O BE vai priorizar a questão da habitação em Lisboa, que é um drama e um problema que é preciso resolver e que os últimos dez anos do PS não resolveram. Pelo contrário, muitas situações agravaram-se", disse Ricardo Robles à agência Lusa.

O candidato, que falava no final da sessão pública "Propostas para os Bairros Municipais de Lisboa", que decorreu junto à Quinta do Loureiro, sublinhou que neste bairro da freguesia de Campo de Ourique registam-se "as piores condições de habitação" na cidade.

"É um parque habitacional muito degradado. A Gebalis, que é a entidade [municipal] responsável por isto não responde por obras, por melhoramentos, por manutenção", notou, vincando que "não há resposta da Câmara Municipal de Lisboa".

Ricardo Robles defendeu ser "preciso olhar para estes bairros e perceber que também são parte de Lisboa", investindo em equipamentos, "porque estes bairros não podem ser guetos fechados".

Como exemplo, referiu que a piscina municipal Baptista Pereira, situada na Quinta do Loureiro, está emparedada desde 2009, após ter sido encerrada em 2002, e poderia servir para os tempos livres de crianças e seniores.

O também líder bloquista na Assembleia Municipal de Lisboa notou que, do orçamento camarário para 2017, constava um investimento de 25 milhões de euros para a reabilitação de 21 bairros municipais.

Porém, "é muito tarde e [o valor] é muito pouco", criticou, falando em "obras quase de cosmética".

Como adversários nestas eleições autárquicas, marcadas para 1 de Outubro, Robles terá Assunção Cristas (CDS-PP), João Ferreira (CDU), Teresa Leal Coelho (PSD), Fernando Medina (PS), Inês Sousa Real (PAN), Joana Amaral Dias (Nós, Cidadãos!), Carlos Teixeira (independente apoiado pelo PDR e JPP), António Arruda (PURP) e José Pinto-Coelho (PNR).
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais