Associação protesta contra missa na cerimónia da Universidade de Coimbra

Carolina R. Rodrigues 21 de fevereiro de 2019

A organização sem fins lucrativos considera que a inclusão da missa católica na cerimónia é um ato de sectarismo contra os que não se inserem na comunidade cristã.

A Associação República e Laicidade, que atua em defesa dos ideais republicanos e na promoção do princípio da laicidade, criticou esta quinta-feira a missa católica que será incluída no programa oficial da investidura no cargo de reitor do professor Amílcar Celta Falcão Ramos Ferreira da Universidade de Coimbra, de 54 anos, eleito no dia 11 de fevereiro para ocupar o cargo de 2019-2023.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais