Pedro Marta Santos
Pedro Marta Santos
28.02.2021

Vida inteligente

Pelo exemplo caseiro - duas guerras mundiais em meio século e milhares de ogivas nucleares apontadas às nossas cabeças no seguinte -, a hipótese de uma sociedade exoplanetária se autoextinguir é enorme. Talvez seja preferível limitarmo-nos à vida para além da pandemia

21.02.2021

Nómadas do império

Não se trata da “hora mágica”, xamânica, de Terrence Malick (não há aqui tempo para epifanias); ou do céu de Turner, tingido de um laranja apocalíptico (não há aqui espaço para o luxo do fatalismo). Nomadland é um filme de uma intransigente independência

14.02.2021

Plano sentimental de vacinação

Em época de emergência nacional, como se pode verberar contra o empreende- dorismo? Os directores de lares que foram vacinados antes dos seus idosos revelam pensamento estratégico. Um idoso sem direção é uma alma sem rumo

07.02.2021

Sob céu azul

Nos últimos 500 milhões de anos, a Terra passou por cinco extinções em massa; nos últimos 250 anos, está em curso uma sexta, agora provocada pelo Homem

31.01.2021

O vírus de Dostoievski

Dostoievski conhecia-nos bem. Conhecia bem o porteiro do prédio em frente à minha casa que não coloca uma máscara há 11 meses, os putos e os velhos que querem que os outros putos e velhos se lixem, os arautos antivacinas, os eufóricos natalícios

24.01.2021

Caminhar com fantasmas

No seu texto, Donohue cita o excerto de um poema de Louise Gluck, Nostos: “Vemos o mundo uma vez, na infância/ O resto é memória.” Assim seja.

19.01.2021

As imagens que nos sustentam

Agrilhoados ao tédio, prisioneiros de sofá, esquecemo-nos de que o nosso destino foi mais doce do que imaginámos. Porque a nossa cela tem janelas largas, laptops, TV por cabo, streaming e takeaway

05.01.2021

Da estupidez em 2021

Quando tirarmos as máscaras, o maior desafio de 2021 será dinamitar o monólito das explicações simples para responder à complexidade do mundo. A vida é complicada. Porque não haveriam de o ser a linguagem e o pensamento?

29.12.2020

Flocos de neve

Quando Le Carré nasceu, Greene já tinha 28 anos, mas há um mimetismo desapaixonado nos passos do primeiro que homenageia o segundo. Ambos espiões do MI6, ambos encaixotados no limbo entre o palácio da literatura e o shopping do entretenimento

22.12.2020

SEF (Sociedade de Extraordinários Funambulistas)

O doutor Cabrita, que não tem um emprego fora do mundo ingrato da política há 30 anos, só demorou 271 dias para reagir publicamente ao assassinato de um cidadão no aeroporto de Lisboa porque o tempo passa mais depressa para os super-heróis.

15.12.2020

A amazona e o anjo da morte

Há duas semanas, passaram quase despercebidas as notícias sobre greves de trabalhadores da Amazon em 12 países durante a Black Friday. Desmaios, esgotamentos e até tentativas de suicídio são eventos recorrentes neste Átila do retalho

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)