Corso/Ricorso
José Pacheco Pereira Professor
25 de março

Corso/Ricorso

Se fosse na Nigéria ou no Mali, vá que não vá, daríamos o suspiro pelos males do mundo, mas como é em Moçambique, que em bom rigor nem sabemos quem governa, podem decapitar as crianças à vontade

Confina/desconfina. Abre as aulas/fecha as aulas/abre as aulas. Vacina/ suspensão da vacina/vacina. Vacina A é boa/vacina B é má. Testes com muitos erros/testes seguros. Testes com erros nos positivos/testes com erros nos negativos. Agora o Prof. Carmo Gomes é que é bom/agora, deixou de ser, esqueçam. Máscaras boas/máscaras más/máscaras que não são máscaras, mas adornos para a boca. Entra pelo nariz e pela boca/ entra pelas mãos que depois vão ao nariz e à boca. Desinfecta/não desinfecta porque não há prova de alguém ser infectado por contacto com objectos. Emergência grande/emergência pequenina/não emergência. Fecha cafés/abre cafés ao postigo. Fecha livrarias/abre livrarias. Recolher obrigatório/ninguém cumpre. Passar de concelho a concelho/depende. Não se pode viajar/já se pode viajar. Pode-se passar fronteiras de avião/ não se pode passar fronteiras de carro. Pode-se passar fronteiras com teste/depende das fronteiras. Pode-se apanhar um avião/depende dos destinos/não se pode apanhar um avião. Quem manda sou eu que sou ministro/quem manda sou eu que sou da DGS/quem manda sou eu que sou comissária europeia/quem manda é todo o mundo e ninguém. Há dinheiro rápido/nunca ninguém o viu, rápido. Nos Açores está tudo aberto/ os Açores não são Portugal. Etc./não/ etc.

Talvez tenha de ser assim. Talvez. Mas não se admirem se as pessoas ficarem deprimidas. 

Nunca se viu tanta gente...
…a ser pela Maçonaria para entalar o Rui Rio, nunca se viu Rui Rio entalar tanta gente. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais