O Rio e o afluente
Nuno Rogeiro
07 de janeiro

O Rio e o afluente

Imagens e impressões do debate PSD-CDS.

A origem
 
Tenho idade suficiente para me lembrar dos debates entre Sá Carneiro e Freitas do Amaral, antes e durante a AD, até ao desenlace trágico de Camarate.

Na altura os dois partidos eram do «centro» e do «centro-esquerda». Hoje parece que são de «direita» (CDS) e «rigorosamente ao centro» (PSD).

O estadista desaparecido em Camarate passou de uma posição de disputa eleitoral sozinha, baseado na «social democracia» (apesar de o partido ser, mais ambiguamente, «popular democrata»), para o reconhecimento de que, após 1976 e o falhanço do putsch político-militar de «extrema-esquerda», o CDS passava a ser não só um adversário de respeito, mas um parceiro aconselhável.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais