Problemas de compreensão
João Pereira Coutinho Politólogo, escritor
17 de dezembro de 2021

Problemas de compreensão

É por isso que o jornalismo independente que ainda se pratica por cá, e que ainda não foi silenciado como aconteceu com o programa Sexta às 9 da RTP, tem uma dupla missão pela frente: vigiar o poder, sim, mas vigiar também o “jornalismo” moralmente corrupto que tudo faz para impedir essa vigilância.

Existem várias razões para a crise do jornalismo contemporâneo. Mas uma delas, raramente citada pelos sábios, é a forma como os jornais atraiçoaram a sua vocação (vigiar o poder) para se entregarem a um exercício de bajulação (defendendo o poder). Facto: ainda não existe um Julien Benda que seja capaz de fazer por estes “jornalistas” o mesmo tipo de denúncia que o célebre autor francês lançou sobre os intelectuais na década de 1920.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais