Instantâneos ou quase (69)
António José Vilela Diretor-adjunto
04 de dezembro de 2021

Instantâneos ou quase (69)

Rui Rio provou que é um osso duro de roer e que não cairá facilmente. Já o disse antes, e mantenho-o, Rio será sempre um adversário feroz da liberdade de imprensa e da independência do Ministério Público. Se chegar ao poder será ainda mais.

Rio vence
Rui Rio provou que é um osso duro de roer e que não cairá facilmente. Já o disse antes, e mantenho-o, Rio será sempre um adversário feroz da liberdade de imprensa e da independência do Ministério Público. Se chegar ao poder será ainda mais.

Mariana virá
Isto é algo que tenho pensado muito nos últimos tempos: se o BE despencar nas próximas eleições legislativas, Catarina Martins terá condições para se manter como coordenadora nacional do partido de extrema esquerda? E se cair quem será a sucessora?

Bom exemplo
Já viram como os alemães se entendem a formar governo? Uma coligação de sociais democratas, verdes e liberais. Cá seria possível? Com o partido mais votado a dar a pasta das Finanças ao colega de coligação, como na Alemanha.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Opinião Ver mais