Os amigos imaginários
Ângela Marques Jornalista
20 de fevereiro

Os amigos imaginários

Não nos vemos há mais de um ano, mesmo que pareça que foi ontem que ele me ensinou a pedir sempre o picante da casa.

Quando o telemóvel tocou, se eu tivesse de apostar apostaria em qualquer cavalo menos no dele – o meu amigo mais antigo, que é um príncipe, queria dar-me os parabéns em fevereiro, ignorando que o meu aniversário prescrevera em novembro. "Quero dar-te os parabéns pelos teus 38 anos e um terço. Já alguém te tinha parabenizado por isso?"

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais