Zuckerberg voltou e está tudo como antes
Paula Cordeiro
05 de outubro

Zuckerberg voltou e está tudo como antes

O apagão acabou. As teorias da conspiração avançam várias hipóteses, há quem diga que foi o estagiário, mas com excepção dos que já não sabem viver de outra forma, na verdade estamos todos a pensar que o melhor era tudo isto acabar.


Já tinha o texto desta semana escrito e pronto a enviar quando me sentei a pensar. Admito que tenho uma espécie de sonho secreto no qual acordamos e nada é como antes: facebook, instagram e whatsapp desaparecem e, como aconteceu na pandemia, reaprendemos a viver. Depois acordo, lembro-me do poder tentacular deste ecossistema que Mark Zuckerberg criou, e percebo que os milhões que representa irão sempre falar mais alto. É de dinheiro que se fala quando se fala destas aplicações. Por essa razão, dificilmente irão desaparecer.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui