Venezuela: Maduro e serviços secretos acusados de violar direitos humanos

Venezuela: Maduro e serviços secretos acusados de violar direitos humanos
Márcia Sobral 22 de setembro

Investigadores documentaram casos de 122 vítimas submetidas a tortura, violência sexual e outros tratamentos desumanos entre 2017 e 2019.

A Organização das Nações Unidas (ONU) emitiu um relatório onde acusa a Venezuela de cometer crimes graves e violar os direitos humanos de centenas de cidadãos. Segundo o documento, "o presidente Nicolás Maduro e outras autoridades de alto nível foram os arquitetos de um projeto para reprimir os dissidentes no país".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais