Os despejados da covid-19: "Enquanto isto durar, peço-te que te mudes"

C.A.C. 14 de abril de 2020

Polícia espanhola alerta que se tratam de "crimes de ódio". Mas são vários os relatos de profissionais de saúde, empregados do comércio e contagiados pelo novo coronavírus a denunciar a maneira como são tratos por vizinhos e senhorios.

"Este vírus não é apenas sobre uma tosse. Está também a revelar o lado mais sombrio das pessoas". A frase pertence a Elena, empregada num centro de saúde em Alcorcón, Madrid, e uma das vítimas de vizinhos que temem que quem esteja contagiado ou tenha profissões que estão mais expostas ao novo coronavírus abandone as suas casas. A motivação é o bem comum - "deves pensar nos teus vizinho", dizem alguns papéis -, mas a polícia local alerta que se trata de um crime de ódio. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais