“Não matem a Cotovia” fora de escolas na Virgínia

Susana Nascimento com Ana Taborda 06 de dezembro de 2016

O romance de “Harper Lee” foi retirado de algumas escolas na Virgínia pela sua linguagem alegadamente racista.

Nas escolas de Accomack County, no Estado da Virgínia, nos EUA, o livro "Não Matem a Cotivia" de Harper Lee e "As aventuras Huckleberry Finn" de Mark Twain saíram da lista dos livros de leitura obrigatória. A situação resultou da queixa da mãe de um estudante bi-racial ao Conselho das escolas públicas de Accomack County, após se ter apercebido do uso de linguagem racista no romance de Lee. Agora, os livros removidos das escolas esperam pela decisão do Comité que decidirá se as obras de Lee e Twain são banidas de vez das escolas de Accomack County.  

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais